Infraero anuncia interdição da pista principal do Aeroporto de Congonhas

A Infraero anunciou nesta Segunda que a pista principal do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, será interditada para obras durante 32 dias, entre 5 de Agosto e 5 de Setembro.

A obra tem como intuito recuperar o pavimento da pista principal. Será aplicada uma tecnologia no pavimento da pista que melhorará a capacidade de escoamento da água de chuva, aumento da aderência do pneu das aeronaves ao pavimento e redução da possibilidade de aquaplanagem.

Durante o período de reforma da pista principal a pista auxiliar será utilizada e, de acordo com o que foi divulgado pela Infraero, o investimento previsto é de 11,5 milhões de reais.

A Infraero mencionou que está aproveitando a queda na movimentação de passageiros e operações, em decorrência da pandemia do coronavírus para adiantar o calendário de obras da empresa. Além disso, também foi considerada a baixa incidência de chuvas no período.

Há restrições de aeronaves na pista auxiliar, que só poderá receber aeronaves até a categoria 3C. Aeronaves de porte maior, como Boeing 737 e Airbus 320 – que estão utilizando o Aeroporto de Congonhas como estacionamento nesse período de redução de voos, poderão usar a pista auxiliar para voos de translado. Ou seja, apenas com tripulação, sem o transporte de passageiros.

E como ficam os seus voos?

As restrições do porte das aeronaves impacta GOL e Latam que passam a não poder operar no aeroporto no período. Azul e Passaredo possuem aeronaves compatíveis com as restrições.

A Latam comunicou que transferiu todos os voos entre 5 de agosto e 5 de setembro de 2020 para o aeroporto de Guarulhos e fará reacomodações de todos os passageiros automaticamente e sem custos. Para facilitar o deslocamento durante o período de obras a companhia também informou que continuará oferencendo o transporte gratuito entre os aeroportos de Congonhas e Guarulhos. Informações de horário de partida do ônibus você encontra aqui.

A Gol não divulgou uma nota oficial, mas informou por meio de sua assessoria de imprensa que irá transferir os voos de Congonhas para Guarulhos durante o período.